domingo, 18 de junho de 2017

Profundo pesar

“É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve.” (Victor Hugo)




"Não é a Terra que é frágil. Nós é que somos frágeis. A natureza tem resistido a catástrofes muito piores do que as que produzimos. Nada do que fazemos destruirá a natureza. Mas podemos facilmente destruir-nos. (James Lovelock, ambientalista)




“Se por amor às florestas um homem caminha por elas metade do dia, corre o risco de ser considerado um vagabundo. Mas se usa seu tempo para especular, ceifando a mata e tornando a terra careca antes do que deveria, ele é visto como um cidadão industrioso e empreendedor.”  (Henry David Thoreau)





“A natureza tem uma estrutura feminina: não sabe se defender mas sabe se vingar como ninguém.” (Marina da Silva)




“Nesses tempos de céus de cinzas e chumbos, nós precisamos de árvores desesperadamente verdes.” (Mário Quintana)




“Só quando a última árvore for derrubada, o último peixe for morto e o último rio for poluído é que o homem perceberá que não pode comer dinheiro.” (Provérbio indígena)




Simplesmente trágico. A minha solidariedade, a minha compaixão, todo o meu pensamento e carinho estão com aquelas pessoas que estão a passar por este enorme provação e naqueles lugares que tantas vezes visitei no cumprimento da minha atividade. 



34 comentários:

  1. É nesta altura que as pessoas pensam que deveriam fazer muito mais para melhorar o ambiente. Apesar de ter tido causas naturais, haverá muito que fazer para evitar outras tragédas ou minimizá-las.
    De boas intenções está o mundo cheio... Há que passar à ação.
    Muito triste.

    ResponderEliminar
  2. Fiquei a pensar na citação de Marina da Silva... hummmm
    Encontrei uma Marina da Silva no google; política brasileira?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ex candidata a PR, concorrendo contra Dilma, Catarina

      Eliminar
    2. Isso mesmo, Catarrina. Ainda bem que o Carlos chegou aqui antes... Obrigada, Carlos.

      :))

      Eliminar
  3. Misericórdia, Senhor! Nos deu uma Natureza perfeita e nós não sabemos dela cuidar...
    Cenário muito triste mesmo!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Excelente colectânea aqui recolhida, Graça. Parabéns

    ResponderEliminar
  5. O Inferno, Graça, vimos o Inferno.
    Se existe tem que ser algo como aquilo que vimos.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi mesmo a imagem do inferno. Na Terra.
      Mau de mais!

      Eliminar
  6. Frases e imagens a condizer com o momento trágico e triste que estamos a viver.

    Boa semana

    Beijinhos Graça

    ResponderEliminar
  7. Graça, sei que por ali passou (EN 236) dezenas de vezes no seu tempo de trabalho. Também eu, não em trabalho mas de visita à minha família. A última vez foi precisamente no sábado, uma hora antes da trágica "hora", já no regresso a Lisboa. Fizemos uma almoço na Castanheira com familiares vindos do Brasil e outros, poucos, que moram na Castanheira. Tivéssemos saído uma hora depois, o que nos teria acontecido?
    Abraço,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que sorte, que sorte, que sorte!!! Nem vale a pena pensar no que poderia ter acontecido...

      Beijinho.

      Eliminar
  8. Uma tragédia meu Deus...Imagino a dor dos que foram vitimados. Parce coisas do Brasil...
    Meu abraço solidário aqui de Brasil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grata, minha querida. Pela solidariedade e pela visita.

      Abraço.

      Eliminar
  9. O homem despreza, maltrata, conspurca a natureza. E de vez em quando ela mostra-lhe, quão frágil ele é.
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Citações em que importa pensar e imagens para refletir!!! Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Refletir, sim. Agora é "enterrar os mortos e cuidar dos vivos." :(

      Eliminar
  11. Citações inteligentes, Graça, embora não sejam consolo para os familiares das vítimas.

    Temos que ponderar no futuro, sem ideologias, usando a razão, força e coragem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, ematejoca. Há que ser-se racional e fazer a vida continuar o melhor possível...

      Eliminar
  12. Tenho lembrado as amigas que vivem no interior do país. O meu abraço de solidariedade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ligue-lhes. Fale com elas. Mostre que se lembra e se preocupa com elas...

      Eliminar
  13. Estamos em sintonia.
    Beijinhos pesarosos.
    ~~~

    ResponderEliminar
  14. Sentimentos de muita revolta Graça por dias e dias de tragédia que ser repetem todos os anos, por falta de proteção as pessoas que se encontram encurraladas
    não e surpresa, todos os anos o perigo ameaça
    abraço de pesar aos que sofrem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão, Ângela. Todos os anos a mesma coisa. Há que tomar medidas concretas e duras!

      Beijinho.

      Eliminar
  15. Não calculas o quanto estou de acordo com todas essas citações, Graça ! Foi uma boa recolha !
    ... Vou enviar-te um mail .

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Rui. Vou publicar.

      Beijinho.

      Eliminar
    2. E também escreveste: «O problema é GLOBAL e não português! Não serão os nossos políticos, que conseguirão resolver este problema.
      Já lá vão 43 anos de novos governos e de várias políticas!!! ...
      Teremos que ser nós todos, mundialmente, cada um por si, civicamente e pensando no ambiente.

      Só que não pensamos (achamos que não é importante) a não ser nestas situações! "Quem vier atrás que feche a porta"!
      Isto não acontecia no tempo dos meus pais ou dos meus avós e vai acontecer muito mais no tempo dos meus netos e bisnetos!
      Abraço. Graça»

      Obrigada pelas palavras.Beijinho.

      Eliminar
  16. A Graça soube tocar nas verdades e nos pecados humanos.
    Que fazer perante tudo o que aconteceu? Nada!? Chorar e enterrar os mortos?
    Toda a gente sabe, mas não quer acreditar, que tudo o que há a fazer depende do contributo individual de cada um. O erro é ficar-se à espera de Deus ou dos bombeiros ou do Estado... O comodismo e o egoísmo nunca ganharam uma luta. "As forças da natureza nunca ninguém as venceu".
    Não façamos a guerra, mereçamos a paz.

    E que todos os afectados pela calamidade encontrem forças para viver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Agostinho. «Que todos os afectados pela calamidade encontrem forças para viver.» Até porque agora não faltarão os "ilumitti" a apontar os dedos todos das mãos aos putativos culpados...

      Eliminar